Nota CEII SP [22/10/2019]

Precisamos fazer uma auto-crítica em relação ao evento, mas mais do que isso, precisamos olhar para a mudança que se dará no grupo em breve. O CEII SP irá mudar, mais uma vez, e é algo que não estamos parando para olhar, conversar a respeito e isso, em breve, se tornará sintomático. Precisamos falar sobre as mudanças do CEII SP e darmos continuidade, porque o coletivo seguirá.

Nota CEII SP [22/10/2019]

Haverá nessa quarta-feira, 22/10, uma audiência pública sobre o PL 71/2019, discutindo Afroempreendedorismo (para constar: 23/10, às 18h30, auditório Teotônio Vilela, Palácio 9 de Julho, Ibirapuera), com a presença de Erica Malunguinho e mais. Dei uma pesquisada (rápida, é verdade) para entender melhor o PL, mas não consegui nada muito elucidativo, inclusive encontrei o PL relacionado a uma regulamentação da paleontologia (????). Alguém sabendo melhor sobre isso? Só eu que tô por fora dessa?

Nota CEII SP [08/10/2019]

Essa situação do CEIInema me pareceu sintomática para pensarmos o quão mal organizados e fazendo as coisas por impulso estamos. No dia do evento, não havia ninguem de fato responsabilizado ou comprometido para sua realização. Precisamos pensar como fazer para que as nossas tarefas sejam de fato assumidas por nossos membros.

Nota CEII SP [08/10/2019]

Nota de trabalho desabafo, sobre a “junção” dos cursos de Artes Visuais e de Artes Cênicas da UNESP. Sobre a declaração oficial de reforma docente já encaminhada há mais de ano, mas que acaba por ser um desmantelamento dos cursos. Diz-se que o que já está em curso proseguirá normalmente, não será afetado, mas e depois? É muita notícia ruim no âmbito da cultura, com vários projetos sendo cancelados na boca da estreia. Todos com alguma temática que desagrada ao atual governo, o que, óbvio, não entra na razão oficial (quando há uma).

Nota CEII SP [08/10/2019]

Desespero ou desesperança? a palavra hopelessness, poder traduzida por algumas, e ‘desesperança’ creio ser uma boa tradução, mas lendo as paginas iniciais do livro em que zizek faz uso do caso do tabagista, penso haver uma circulação entre alguns possíveis sentidos: desamparo, desespero, desesperança.. fazendo-nos talvez pensar no que poderia estar sendo dito – será que em frente ao desamparo, atravessamos a tormenta do desespero para atingirmos a desperança – a coragem de navegar em mares desconhecidos?