NOTA #1 [30/05/2017] (RJ I)

Quem tem um boa teoria não precisa de realidade. Li essa frase na internet que foi proferida por zizek. Essa frase me pareceu muito imprópria porque, enquanto marxista, a materialidade é que revela de fato a realidade, até agora.
Lendo o curso do Safatle sobre Marx há um momento em que ele discorre sobre Hegel e há uma questão que Marx não se da conta de que existe um curso próprio do mundo e que a realidade não da ferramentas pra que compreendamos completamente esse movimento. Até ai ok. Lendo Em Defesa das Causas Perdidas de Zizek, logo no comeco do primeiro capitulo ele começa falando da questão da universalidade e em um dado momento a Universalidade só é universal porque deixa escapar ou esquece algo. Essa questão se liga diretamente na ética uma vez que exite uma certa cergueira que se aparece porque o proximo precisa ser comtemplado nessa etica. E nesse caso, a etica da universalidade deve deixar algo de lado e/ou esquecido para que de fato se torne universal. Se isso é verdade talvez seja possivel juntar com a questão da teoria e da realidade, Hegel e a universalidade. Porque se é verdade que uma boa teoria suplanta a realidade e a realidade não pode ser totalmente apreendida, então uma teoria da realidade universal satisfaria a questão que estivesse semdo investigada. Queria saber se essa questão esta certa , se sim ou se não, quais são seus problemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *