NOTA #2 [11/02/2019] (RJ I)

O GT de Ação Política também não se reuniu, não obstante algumas conversas e apelos para que as pessoas mandassem suas respectivas disponibilidades. Parece que depois da eleição a temperatura desceu, ao menos no que se refere a ações para se proteger do governo Bolsonaro. Não sei se é cansaço, paralisia, inércia, ou a constatação de que o bicho não era (ou não é ainda) tão feio assim. Fato é que a organização das urgências não foi substituída pela urgência de organização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *