NOTA #3 [19/11/2015] (SP)

A última reunião teve como tema central a dialética de lugares, a discussão entre os lados da cristalizam e suas (des)implicações. 
Apenas me chamou a atenção na demora da discussão de temas tão prementes quanto o financeiro. Por que algo do cerne do funcionamento de instituições demorou tanto para ter sido posto em debate? Bem, falar de dinheiro tende a ser um tema embaraçoso, mas podermos endereçar sobre estes embaraços é também, ver alguma chance possível de dissolve-los.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *