Nota #4 [18/06/2012]

O texto do projeto faz referência a dois tipos de voto: o simples e o com conhecimento. É evidente que tornar o voto com conhecimento numericamente maior é um dos objetivos do projeto, uma vez que o voto simples é considerado como uma forma de manutenção do presente enquanto o voto com conhecimento se apresenta como uma possibilidade de mudança. No entanto, como ter certeza de que estamos realizando um voto com conhecimento? Como saber se realmente somos sujeitos políticos ou apenas eleitores? É possível um engajamento político fora da ideologia?

As produções internas e externas aparentam ideias mais claras, contudo a produção universal (talvez a parte da produção mais importante) parece uma ideia menos clara que necessita de mais elaboração para se tornar concreta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *