NOTA #4 [20/05/2014] (RJ-I)

Pensamento e Organização

A questão sobre a relação entre teoria e prática ronda o CEII. Mais uma vez ela foi levanta, mas agora a propósito de uma nota que teria versado sobre a conjunção supostamente almejada pelo CEII entre Pensamento e Organização.

Na nota mencionada, Pensamento e Organização teriam sido compreendidos como duas dimensões distintas e estritamente correlatas à teoria e à prática, respectivamente. De modo que, Pensamento e Organização reproduziriam a oposição clássica entre reflexão teórica e atividade prática. O projeto do CEII com sua permanente re-formulação consistiria num conjunto de protocolos teórico-práticos enquanto a organização propriamente dita resultaria da aplicação prática e efetiva de tais protocolos. De um lado, o Pensamento, isto é, o projeto do CEII com suas premissas, objetivos, metas e protocolos de funcionamento; de outro, a Organização, isto é, o conjunto de atividades reais que adotamos no CEII, como as notas, o formulário, a produção clínica etc. Tratar-se-ia, assim, do primado da teoria (Pensamento) sobre a prática (Organização) uma vez que esta última resultaria da aplicação da primeira.

Para substituir esse esquema tipicamente idealista foi proposta a seguinte relação entre Pensamento e Organização: O Pensamento circularia tanto na teoria quanto na prática. Ou seja, o Pensamento não pertenceria exclusivamente ao campo teórico, mas estaria presente tanto nas reflexões teóricas que compõem o projeto do CEII, nossas leituras e discussões, quanto nas nossas atividades “organizacionais”, sobretudo, nos eventuais impasses destas últimas.  Tais impasses seriam, na verdade, momentos privilegiados do Pensamento na medida em que marcariam rupturas no desenrolar habitual de nossas atividades e teorias, exigindo de nós novas decisões práticas e teóricas.

Apesar da proposta acima romper com o primado e a correlação estrita entre Pensamento e teoria colocando o Pensamento em circulação também na prática (principalmente nos seus impasses), a questão que fica é se a Organização se confunde com o Pensamento em circulação. Qual seriam o lugar e o papel da Organização, se o Pensamento já articularia teoria e prática? Além disso, qual seria o estatuto do Pensamento: idealista ou materialista?

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *