Nota #4 [21/01/2014]

No último encontro do CEII, a leitura e discussão do Programa do PSOL permitiram-me formular melhor questões, que já me acompanhavam, com relação a certas posições do partido. A meu ver, o PSOL conta com excelentes quadros isolados e me parece a melhor alternativa de esquerda que possuímos. Ainda assim, é preciso muito trabalho para que, como proposta partidária, não siga apenas reproduzindo um discurso denuncista, ideológico, típico de uma esquerda inoperante, que se mantém “fora” do jogo para melhor apontar seus equívocos.
Um dos pontos que considero interessante para elaboração é o seu processo de formação enquanto, prioritariamente, partido de oposição ao PT. Consta no Programa, em outras palavras, que o PSOL se originou de uma ruptura com o PT por uma parcela do partido que se sentiu traída pelos rumos políticos tomados quando este assumiu o poder. Dentre as questões discutidas no encontro, me marcou a menção à distância que o partido guardaria com movimentos sociais, o que, me parece, é sintoma dessa origem e processo de construção. Segundo o projeto, a ruptura com o PT “começou pelos servidores federais, seguida de amplos setores intelectuais, de segmentos da juventude” e finalmente de todo uma gama de “rebeldes” que estariam insatisfeitos com o governo. O partido se forma, portanto, de “cima para baixo” e, como aparece no próprio texto do programa, parece querer se legitimar pelo apoio daqueles que estão insatisfeitos com o governo e que seriam numerosos, de acordo com “a quase totalidade de pesquisas de opinião”. Em alguns momentos parece que é por oposição ao PT que o PSOL se constitui e se define.
Reforça esse ponto de vista o fato de que não ficam claras, no texto do programa, propostas afirmativas e concretas do partido que sejam de fato alternativas ao PT, partido historicamente de esquerda, que conta com o apoio de uma parte significativa dos excluídos que o PSOL se propõe a representar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *