NOTA #5 [07/11/2017] (RJ I)

Pelo que vimos na última reunião as conexões entre a teoria dos afetos e a psicanálise parece ainda esconder algumas relações. No entanto se podemos destacar uma diferença sensível é de que nossa interação com o mundo e com outras consciências dependem par5a Sspinoza de um aumento da potência de agir que se dá pelas alegrias ativas. Já pela perspectiva Freudo/Lacaniana, essa interação com o outro se dá a partir de uma falta. Pode se dizer assim que a perspectiva Lacaniana é por isso mesmo uma visão pessimista do modo como acessamos o mundo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *