NOTA #5 [31/07/2018] (RJ I)

Devo a Badiou o ensinamento acerca do que é ser militante. Só discordo de sua crítica ao partido. Acho que sem uma instância pensante, o corpo do proletariado se confunde e se atrasa politicamente. As propostas “horizontais” não apresentaram sucesso sequer comparável ao de Lenin e do partido bolchevique em 1917. Pior, tendem a retornar inopinadamente a uma atitude social-democrática ou proto-liberal, como queiram, de “luta pelos direitos” que negligencia “o real da luta de classes” (Na precisa formulação de Zizek). O centralismo do partido é dialético, e suas decisões resultam do debate.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *