NOTA #6 [18/07/2017] (RJ I)

Infelizmente, a esquerda pouco se interessa sobre as novas formas do desenvolvimento capitalista e seus impactos na luta de classes. A esquerda organizada só estuda aquilo que gosta. O que ela gosta geralmente são temas ligados às formas de resistência ao capitalismo, da defesa dos direitos humanos à vida contemplativa-artística-boêmia-poética. Temas mais duros ligados ao desenvolvimento capitalista são ignorados por se tratarem de temas que só pessoas que gostam do mercado se interessam. No entanto, é uma irresponsabilidade enorme a esquerda desconhecer as novas formas de expropriação de mais valor. Sem falar que tratar desses temas também significa parar para pensar sobre a própria organização da esquerda. Nesse sentido, o CEII, sempre na contramão da esquerda acomodada, deveria se preocupar com estas novas formas de expropriação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *