NOTA #6 [18/07/2019] (RJ I)

Tenho dito preguiça para o assunto, mas eu gosto da ideia de reconhecer a inutilidade do diálogo na politica. Só que eu gosto no sentido de assumir que a política não é um exercício de esclarecimento, mas de estar em um lado.

Além da chateação esquerducha que vcs mencionaram, o que acho ruim também é que, no caso, o argumento por uma “ruptura” não imagina nenhuma divisão substantiva, ainda que formalize a que já está dada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *