NOTA #8 [21/02/2017] (RJ I)

Gostei desse comentário feito na nossa última reunião. Isso vale uma investigação.

“Não há nenhuma teórico que fala do lugar de fala. Isso é com imbecil de Facebook que surgiu esse negócio. Uma vez pesquisei qual teórico que fala de lugar de fala e não existe nenhum teórico que fala esse termo. Isso é blogueiro que usa isso. Eu consegui traçar genêses, gente que puxa isso e tal. Mas esse trenzinho, fechadinho, dentro de uma lógica unilateral, unidimensional, somente uma cara tem um direito de falar, patati patata, isso é um trem que surgiu em blog. Do jeito que é usado, nem aqueles artigos muito ruins de feminismo interseccional usa o termo lugar de fala. Esse termo é uma simplificação de uma teoria. Só que é instrumentalizada. Tem uma efetividade cotidiana, na prática, que é muito grande. Mas ele não existe de forma depurada em nenhuma teoria”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *