NOTA #8 [28/03/2017] (RJ I)

Eu acho que a gente tinha que abolir o Licenceii na nossa célula e, ao invés, criar uma relação mais tranquila com a ideia de sair e voltar para o CEII. Fica esse medo da pessoa ir embora de vez, mas acaba que com isso a gente cria uma situação muito cômoda, onde o membro pode continuar fazendo tudo o que fazia, sem o peso de um compromisso super simples, que é a nota. Mas pensa aqui: se a pessoa tá pedindo licença, não é porque não consegue fazer a nota (a princípio) – é porque não tá conseguindo participar do CEII, né? Então porque a única coisa que a pessoa fica sem fazer quando tá de licença é a nota? Eu acho que uma de duas:
– ou bem a gente podia inverter o jogo: licença é pra quem não tá podendo se comprometer ou participar – logo, faz SÓ a nota e não precisa participar de mais nada, fica no mínimo do mínimo mesmo.
– ou bem a gente acaba com o licenceii e passa a tratar de maneira mais tranquila a coisa da pessoa sair e voltar depois – o que eu acho a melhor coisa, porque iria ajudar a tirar a aura de “rito de passagem” do nosso formulário de entrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *