NOTA CEII SP [06/04/2017]

‘Muito poderia ser dito sobre o mecanismo desta piada. Linguisticamente, extende o paradoxo já envolvido na palavra sem [without], que literalmente quer dizer ‘a ausência de’. E qualquer um poderia facilmente notar como, seguindo esta lógica, café com a ausência-de-creme pode ser algo bastante diferente de um café com a ausência-de-leite. Está em jogo aqui, não apenas modos mais ou menos interessantes e de peculiaridades lógico-linguísticas divertidas, mas também, e como dito anteriormente, uma certa – até mesmo fantasmática – materialidade do nada. Com a resposta do garçom, negando a possibilidade de não-servir algo que eles não têm, faz emergir uma dimensão bastante palpável e concreta desta ausência, um objeto espectral’.

Pensando nesta passagem de Zupancic, me pergunto quais são as lições que o objeto espectral, poderia nos ensinar sobre ética e a política.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *