NOTA CEII SP [08/02/2018]

Por muito tempo eu pensei que o CEII deveria se articular com outras frentes, como partidos, como outros coletivos, como grupos e etc. Hoje, eu realmente me questiono: por quê? O CEII na sua indeterminação, não tem necessariamente algo para ‘oferecer’ e essas parcerias, são mesmo apenas frutos de interesses particulares dos membros. Hoje, contando com a história do CEII, não vejo que o círculo enquanto tal, tenha condições de ofertar alguma parceria sem correr o risco de ser um parasita. Aprendemos que apenas o esforço individual do membro do CEII, consegue fazer com que esta parceria ocorra, e habitualmente, quando uma situação aparece onde o membro está já no CEII e em outra organização, a necessidade da tal parceria se esgota completamente. Interesses pessoais dos membros do CEII, dificilmente fazem parte do CEII. E habitualmente, quando um membro está entre o CEII e outra atividade, seja esta qual for, o CEII é sempre o primeiro a ser desligado. Haveria algo que poderíamos refletir ou considerar, diante desta situação? Diante da inutilidade do CEII, o que isso pode expressar ou dizer aos que aqui ainda permanecem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *