NOTA CEII SP [16/02/2017]

O “ao-menos-um” ainda que não resultando na criação de um novo cargo, serve como reflexão, como espírito no qual possamos trazer questões particulares da atividade e da singularidade de cada membro do ceii; abrindo assim, espaço para a escuta dos indivíduos e sujeitos, que ao trazerem seus interesses, incômodos, afetos, experiências em outros lugares, pode-se criar a cada um desses indivíduos uma utilidade singular do ceii, tais como um espaço de discussão de questões presentes em outros coletivos ou movimentos, fora as questões relativas as próprias atividades do grupo. Já que como no ceii não há uma utilidade, podem então haver várias .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *