Nota CEII SP [20/09/2018]

Dunker recentemente dissecou o ‘ideólogo do Bolsonaro’, em um artigo pela Boitempo, assim como anos atrás denunciou abertamente as fragilidades do pensamento de Constantino. Esse caminho é crucial: conhecer o outro lado do muro do campo ideológico para conseguir debatê-lo. E já que estamos neste momento de autocrítica no catastrofismo, cabe mais este ponto: o combate argumentativo e franco aos 4 patetas da ideologia direitista (Carvalho, Azevedo, Constantino e Villas).

Curiosamente, falamos dos muros, das bolhas, dos clusters e daí, nos pegamos nos segurando no pressuposto conforto dos nossos próprios cantos quando nos isentamos de discutir os desfavores intelectuais destes ideólogos. Academicamente, pode ser tranquilo descartar esses nomes próprios do campo do pensamento, seja por considerá-los indignos de nota ou justamente pelas suas fragilidades acadêmicas, entretanto, se dar ao luxo de não debatê-los é também, abrir mão da discussão daquilo que embasa e guia esses que os levam muito a sério.

Lembro que uns anos atrás, um camarada chistosamente provocava: “Mas quem será que são esses tais leitores da Veja?” E dando fast forward para os tempos de hoje, conseguimos encontrar tranquilamente por aí esses leitores e ouvintes matinais da JovemPan. Assim como notamos que a direita estava mais preparada para se organizar diante das manifestações de 2013, e mais essa vez, ela teve maior aptidão em tomar as coordenadas da inquietação social em uma narrativa ufanista e fazer vinga-las nas últimas eleições. E não por menos, a disseminação ideológica que retroalimenta essa narrativa de ódio que notamos hoje, do embrutecimento do momento, já vinha sendo construída há muito tempo – e, justamente por esses ideólogos. Muito em linha com o que disse Fisher (2014) a luta de classes está acontecendo, entretanto parece só estar sendo travada por um dos seus lados. Talvez por excesso de arrogância acadêmica em denunciar seriamente esses senhores ou por falta de conversa com os que os levam a sério, hoje temos esse desserviço ideológico para ser desmontado.

https://www1.folha.uol.com.br/…/olavo-de-carvalho-diz-que-a…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *