Nota CEII SP [23/09/2019]

Ideias para intensificar as leituras:
a) Projeto: definir um horizonte relativamente longo (1 ano) para nos debruçarmos sobre um objeto, tema, problema ou autor;
b) Textos: limitar as leituras presenciais a textos mais curtos, artigos, capítulos
c) Geometria variável do engajamento: deveríamos incorporar a heterogeneidade da carga libidinal que cada membro pode aportar à leitura. Já definimos que o mais-um estaria na vanguarda da leitura, definindo os objetivos-por-encontro, mas acho que vale a pena granular mais. Alguns membros voluntários (por terem mais ou menos tempo, mais ou menos paixão pelo tema em questão) poderiam enfrentar textos mais longos, ou periféricos, ou mídias diferentes, relativas ao objeto do projeto, que seriam apenas em parte definidas em conjunto.
d) Resto: poderíamos formalizar uma produção (ou um conjunto de produções) derivadas das leituras do projeto. Artigos, cadernos, podcasts, assinados pelo coletivo, mas produzidos na medida em que cada membro se implica nessa geometria variável do desejo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *