NOTA CEII SP [27/07/2017]

Data do período de 1815-1830 as primeiras formas de organização que serão conscientemente socialistas, a rosa vermelha cujo odor se confunde com olhares de compaixão rompia o asfalto pela primeira vez. Na Grã-Bretanha já havia uma tendência proletária surgida sob a égide do cooperativismo de Roberto Owen. Foram estes camaradas que buscando uma reforma parlamentar pela primeira vez na história lutaram pelo sufrágio masculino independente das posses.

Na ombreira da revolução de 1830 surgirão diversas modificações no interior dos programas socialistas e, como a revolução educa, o salto dos socialistas rumo a uma transformação efetiva será enorme. Nas barricadas de julho de 1830 em Paris já tremulava a bandeira do embrião do futuro proletariado. Mulheres e homens valorosos sucumbiam ante os fuzis da reação, mas a ideia socialista se alastrava pela Europa como um espectro.

Cada vez mais as tendências social-revolucionárias nasciam da análise do fracasso e das perspectivas da vitória. Como um fruto ainda verde, os socialistas amadureciam às sombras das derrotas passadas e das esperanças renovadas com o futuro. Os primeiros nomes universais do socialismo como Auguste Blanqui, Buonarroti, Saint-Simon, Fourier e Cabet já refletiam sobre o novo mundo que surgia nos estertores da indústria.

Rapidamente e ainda na primeira metade do século XIX chegaram à conclusão de que a tomada do poder político seguida pela ditadura do proletariado eram uma necessidade – o termo ditadura do proletariado é de origem blanquista[1]. Já nesse período a questão da revolução social dividiam os radicais da classe média.

[1] HOBSBAWN, E. A era das revoluções 1789-1848. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2016 p. 199

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *