NOTA CEII SP #3 [17/10/2018]

O livro de Badiou se chama Ser e Evento, porém um estudo minucioso revela que, na realidade, o que se antepõe ao evento não é o ser, mas o Estado.
Toda a teoria de Badiou é uma tentativa, buscando seguir a linha aberta por Deleuze de afirmar o axioma da multiplicidade do ser.
O ser é múltiplo, sobretudo se tivermos em conta o múltiplo puro.
É o estado da situação que reconta por um tais múltiplos, ou seja, que os re-apresenta, os contando como partes da situação, que revela a conservação da multiplicidade e da situação.
Nesse sentido, o evento não se antepõe ao ser, posto que o ser é múltiplo. Ao que o evento se antepõe é ao Estado, que em seu excesso representativo conversa a apresentação dos múltiplos da situação, e impede o surgimento ou apresentação de outros múltiplos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *