REFERENCIAS REUNIAO CEII SP 11.10

. Fomos convidados a participar da reunião emergencial promovida pelo safatle. Mas foi mto em cima da hora; e teria sido, primordialmente, ir as ruas converter votos. Discussão sobre essa modalidade de trabalho de base – o contato corpo a corpo nas comunidades, e no caso, em específico, o convencimento.

. Decidimos passar a leitura para o início da reunião, pela leitura ser mais de interesse comum, mesmo dos membros que participam à distância, ao passo q a discussão dos projetos talvez seja de interesse mais dos que participam mais presencialmente. E por, no final, talvez não tenhamos mais tanta atenção ou disposição a leitura.

. A idéia do fascismo não como a reação da direita à ameaça da esquerda – a proximidade e o medo desta pegar o poder – mas o inverso: ele resulta da falência, a derrota, esmurecimento a total inércia da esquerda frente a crises ou a problemas urgentes e crescentes em determinada época, como nas épocas pós crise, como a q vivemos. E o fascista, então, aparece, como oportunista, recriando esse adversário morto, para deste salvar a sociedade, sendo assim um salvador…logo, isto seria resultado necessário do reformismo, em nosso caso, do pt. Logo:

.Como agir para além disso, do estado…? J. bernardo fala em ‘auto-organização’, organização intra-classe, pelos e para os próprios trabalhadores – livre do estado, e sua burocratização – em organizações de bairro, ações eclesiais de base, etc..  mas como o trabalhador poderia se organizar, já que:

.Temos novas características hj: passagem do fordismo para o toyotismo; passagem do capital industrial para o financeiro;  e, com menos emprego, o trabalho não seria mais algo q nos faça reconhecermo-nos, e tb o sujeito neoliberal . e em vista dessa realidade, como agir a partir daí … ?

. convite a moça da pós graduação q nos solicitou apoio para as demandas dos pós graduandos, em especial à demandas de “organização”, daí decidimos por convidá-la a uma reunião e daí ela explicar melhor.

. sobre o oficina: já tendemos 2 pacientes sendo atendidos; logo, podemose devemos dar o passo seguinte: o de criação e organização dos pontos do projeto sobre discussão dos casos, supervisões etc … abrindo perspectivas, inclusive, a um novo modelo possível de escola de psicanálise.

– início da discussão sobre o fascismo nascente e seus possíveis desdobramentos e possíveis ameaças a vida comum. E a nossos semelhantes mais diretos.

Labirintos do fascismo, joão bernardo. https://colectivolibertarioevora.wordpress.com/2015/05/29/pdf-nova-edicao-de-labirintos-do-fascismo-na-encruzilhada-da-ordem-e-da-revolta-de-joao-bernardo/

A rebeldia do trabalho. Ricardo Antunes.https://pt.scribd.com/document/260377462/A-Rebeldia-do-Trabalho-Ricardo-Antunes

fala da Esther solano, https://www.youtube.com/watch?v=JrnpiscANN0

https://soundcloud.com/ideiaeideologia/ceii-sp-11102018

 

 

 

REFERENCIAS CEII-SP 27/09

. Curso APSP: ideias: 1- fazermos primeiro o curso aki para depois fazermos em ribeirão; 2- em ribeirão, fazermos ele todo, todos os módulos, em uma ida só (quinta-sexta-sábado). Mas ficou p ser avaliado no fim do ano a data, q fica assim para o ano q vem; mas ambos, a edição em sp e a de ribeirão, continuam de pé.

. Resumo do que aconteceu na roda de conversa, parecido com o q já houve na ultima reunião, com alguns acréscimos, como a dificuldade demonstrada por alguns alunos em lidar com indivíduos e questões identitário-diagnósticas, ou melhor, diagnóstico-identitárias. Tendo haver com a mudança contemporânea do diagnóstico de um estigma para uma identidade, dificultando o laço, uma genericidade por entre esses sujeitos.

. Treta tales – ortellado no face: Discussão entre as corriqueiras articulações e justaposições indevidas entre política e psicanálise.

Althusser. Um texto (q não identifiquei) sobre os 3 discursos.

Christian Dunker. Mal estar, sofrimento e sintoma. http://lelivros.love/book/baixar-livro-mal-estar-sofrimento-e-sintoma-christian-ingo-lenz-dunker-em-pdf-epub-mobi-ou-ler-online/