NOTA #2 [09/09/2020] (RJ)

Tô meio atolado no meu doutorado e, com isso, já tem umas semanas que não participo ativamente das reuniões, ficando sempre com aquela participação passiva marota de ouvir as reuniões depois no Spotify e escrever uma nota. Bom, tô falando isso porque, apesar de certa insatisfação comigo mesmo (aquele velho circuito neurótico chato), fico feliz ao perceber que graças à estrutura bastante peculiar do CEII, capaz de assimilar a “passividade”, sinto que consigo participar de alguma forma das reuniões. A possibilidade aberta pelo CEII de ser quase insignificante, mas ainda assim participar e gerar algum tipo de discussão (mesmo que ínfima), parece ser algo muito original.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *