NOTA #3 [13/05/2020] (RJ I)

"A palavra 'encontro' é essencial. Um amor, uma revolta, um poema: isso não se
deduz, isso não se distribui na serenidade consentida dos compartilhamentos, isso se
encontra, e dessa reviravolta violenta da vida imediata resulta um acesso ao mesmo
tempo singular e universal ao Absoluto. Toda felicidade real está em jogo em um
encontro contingente, não existe nenhuma necessidade de ser feliz."

127

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *